RELEASES EMPRESARIAIS

SEXTA-FEIRA, 17 DE SETEMBRO DE 2021 - Horário 20:54
nbe
ECO/ PRNewswire - Tom Golisano doa 30 milhões de dólares à Special Olympics para ampliar os serviços essenciais de saúde para pessoas com deficiências intelectuais do mundo todo

WASHINGTON, 17 de setembro de 2021 /PRNewswire/ -- A Special Olympics anunciou hoje que recebeu sua maior doação única privada nos 53 anos de história da organização. Tom Golisano, fundador da Paychex, filantropo e pai de um filho com deficiência intelectual, doará 30 milhões de dólares, sua terceira maior doação à Special Olympics, para ampliar o programa

Atletas Saudáveis Special Olympics , que presta serviços de saúde no mundo todo para pessoas com deficiências intelectuais (DI), uma população altamente desamparada, principalmente durante a pandemia. 



Nos últimos cinco anos, por meio do programa Atletas Saudáveis, a Special Olympics realizou 700 mil exames de saúde em atletas, o dobro do número realizado nos cinco anos anteriores, e ofereceu atendimento de acompanhamento nas comunidades, que diminuíram pela metade as necessidades urgentes de encaminhamento. O Atletas Saudáveis adicionou 150 mil atletas a programas de condicionamento físico e saúde, reduzindo sua pressão arterial, melhorando os resultados de saúde e potencialmente adicionando anos a suas vidas. Mais de 150 mil profissionais de saúde foram treinados em 60 países, e 130 escolas de formação profissional em saúde agora têm currículos de saúde inclusivos para treinar alunos com deficiências intelectuais. A Special Olympics também fez parceria com muitas organizações, incluindo fundações, governos, universidades e filantropos para contribuir para a programação do Atletas Saudáveis.

"Ao investir em nosso programa Atletas Saudáveis, o Sr. Golisano permitirá que nos expandamos para centenas de novas regiões nacionais e no resto do mundo", disse a Dra. Alicia Bazzano, diretora de saúde da Special Olympics. "Essa nova doação chega em um momento crítico para nossa comunidade global, já que vimos durante essa pandemia como essa população foi pouco priorizada."

Pessoas com deficiências intelectuais morrem em média de 16 a 20 anos antes do que a população em geral. Muito frequentemente, essas mortes são evitáveis e resultam de doenças que podem ser tratadas, como constipação, convulsões e doenças cardíacas. Durante a pandemia, muitas pessoas com deficiências intelectuais não tiveram acesso ao tratamento essencial da COVID-19 e a recursos como ventiladores e vacinas.

Um estudo publicado no início deste ano no New England Journal of Medicine (NEJM) Catalyst ;  mostrou que pessoas com deficiências intelectuais têm quase seis vezes mais probabilidade de morrer de COVID do que a população em geral. A pandemia mostrou de forma amplificada como as pessoas com deficiências intelectuais historicamente não foram vistas como prioridade para o acesso à assistência médica equitativa.

Nos próximos cinco anos, a Special Olympics aproximará o mundo da inclusão na assistência médica para pessoas com deficiências intelectuais por meio de várias ações estratégicas importantes, como:

Conseguir três milhões de avaliações de saúde presenciais e virtuais  em mais de 100 países e garantir que o acompanhamento seja feito. Melhorar a saúde e o condicionamento físico geral de 600 mil atletas .   Alcançar 650 mil crianças pequenas com deficiências intelectuais e suas famílias para oferecer serviços de intervenção precoce a fim de permitir que elas caminhem, corram, pulem e brinquem mais cedo. Criar a Universidade Virtual Golisano para oferecer treinamento a mais 100 mil profissionais de saúde , capacitando-os a tratar pessoas com deficiências intelectuais.  Criar o primeiro relatório global sobre a saúde de pessoas com deficiências intelectuais ? esse relatório avaliará disparidades em todos os sistemas de saúde para desenvolver políticas e práticas inclusivas em países-alvo. Como principal defensora da saúde das pessoas com deficiências intelectuais, a Special Olympics está promovendo o acesso à assistência médica que mudará a vida dessa população. Desde 2012, Tom Golisano e sua fundação priorizam as necessidades de saúde de pessoas com DI, tendo feito doações anteriores que totalizam 37 milhões de dólares para ajudar a alcançar a equidade em saúde para pessoas com DI em todo o mundo, começando com o lançamento do Atletas Saudáveis da Special Olympics.

"Fico satisfeito em continuar dando apoio financeiro ao extraordinário trabalho na área da saúde feito pela Special Olympics, que está oferecendo às pessoas com deficiências intelectuais e de desenvolvimento melhor acesso aos serviços de saúde e à oportunidade de viver vidas mais felizes e produtivas", disse Golisano. "O impacto da Special Olympics na saúde das pessoas com DI é impressionante, assim como sua estratégia para ampliar esse sucesso nos próximos anos. O foco em medição, padronização de práticas, diagnóstico precoce, mão de obra treinada e sistemas de saúde que tenham políticas inclusivas preparará efetivamente a Special Olympics para promover nosso objetivo mútuo de equidade em saúde."

"Na última década, o compromisso do Tom de 67 milhões de dólares nos ajudou a ampliar nossa programação de serviços de saúde locais e regionais para mais de 120 Atletas Saudáveis", disse o Dr. Timothy Shriver, presidente da Special Olympics. "Tom e a diretora executiva da Fundação, Ann Costello, foram visionários na redução das disparidades de saúde e na melhoria da qualidade de vida das pessoas com diferentes capacidades. Eles têm sido consistentes e claros em seu compromisso com a saúde física e socioemocional das pessoas com deficiências intelectuais. Agradecemos a eles por sua liderança, parceria e paixão por tornar a assistência médica mais equitativa para nossa população."

A Special Olympics Health, tornada possível graças à Golisano Foundation, e em colaboração com os centros de controle e prevenção de doenças dos Estados Unidos, está criando um mundo onde as pessoas com deficiências intelectuais têm todas as oportunidades de serem saudáveis e podem aproveitar ao máximo os mesmos programas e serviços de saúde disponíveis às pessoas sem deficiências intelectuais. A Special Olympics forneceu 2,5 milhões de exames de saúde gratuitos em 146 países e treinou cerca de 350 mil profissionais de saúde. A empresa está investindo em uma abordagem duradoura, atuando como parceira de saúde de cada pessoa com deficiência intelectual ao longo de toda sua vida.

Sobre a Special Olympics

Fundada em 1968, a Special Olympics é um movimento global para acabar com a discriminação contra pessoas com deficiências intelectuais. Promovemos a aceitação de todas as pessoas por meio do poder do esporte e de programas em educação, saúde e liderança. Com mais de seis milhões de atletas e parceiros da Special Olympics Unified Sports® em mais de 190 países e territórios  e mais de um milhão de técnicos e voluntários, a Special Olympics oferece mais de 30 esportes de modalidade olímpica  e mais de 100 mil jogos e competições  todos os anos. Conecte-se conosco no: Twitter,   Facebook , YouTube , Instagram , LinkedIn  e em nosso blog no Medium . Saiba mais em www.SpecialOlympics.org .

Sobre Tom Golisano e a Golisano Foundation

Tom Golisano , empresário, filantropo e líder cívico, é fundador e presidente da diretoria da Paychex, Inc., provedora líder nacional de soluções de folha de pagamento, recursos humanos e terceirização de benefícios, com mais de 14 mil funcionários e 100 escritórios em todo o país, que atendem a mais de meio milhão de pequenas e médias empresas. A visão, perseverança e atuação de Tom deixaram uma marca indelével em um amplo espectro de questões que tocam nossas vidas, nas áreas de negócios, saúde, educação, políticas eleitorais, política e reforma tributária. Suas contribuições filantrópicas pessoais para hospitais, instituições educacionais e outras organizações ultrapassam 330 milhões de dólares. Um defensor voraz da dignidade e inclusão, Tom Golisano aplicou seu espírito pioneiro à criação da Golisano Foundation para ajudar a tornar o mundo um lugar melhor para pessoas com deficiências intelectuais e de desenvolvimento. Fundada em 1985, a Golisano Foundation é hoje uma das maiores fundações privadas dos Estados Unidos, dedicada exclusivamente a apoiar programas para pessoas com deficiências intelectuais e de desenvolvimento. Com 45 milhões de dólares em ativos brutos, ela concede mais de dois milhões de dólares em subsídios anualmente "Imagining the Possibilities" (imaginando as possibilidades), defendendo famílias, lutando por sua dignidade e dando às pessoas com DID a oportunidade de prosperar em suas comunidades.

Foto - https://mma.prnewswire.com/media/1627546/Ann_Costello_and_Tom_Golisano.jpg

FONTE Special Olympics


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.