RELEASES EMPRESARIAIS

SEGUNDA-FEIRA, 23 DE AGOSTO DE 2021 - Horário 9:34
nbe
ECO/ PRNewswire - Vacina de componente único 'Sputnik Light' é aprovada na República das Filipinas

MOSCOU, 23 de agosto de 2021 /PRNewswire/ -- O Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF, o fundo de riqueza soberana da Federação Russa) anuncia a aprovação sob a autorização de uso de emergência (EUA) da vacina russa de componente único contra o coronavírus 'Sputnik Light' pela Administração de Alimentos e Medicamentos (Food and Drug Administration, FDA) da República das Filipinas.

A 'Sputnik Light' é o primeiro componente (sorotipo 26 de adenovírus humano recombinante (rAd26)) da vacina "Sputnik V". A vacinação com a "Sputnik Light" ajudará a limitar a disseminação do coronavírus no país e a acelerar a criação de imunidade de rebanho.

A "Sputnik Light" demonstra alta segurança e eficácia no curso de vacinação da população em vários países. Em particular, dados do Ministério da Saúde da província de Buenos Aires (Argentina) mostraram a eficácia da vacina "Sputnik Light" no nível de 78,6-83,7% na vacinação de idosos. No Paraguai, de acordo com o Ministério da Saúde do país, a eficácia do medicamento foi de 93,5% durante a vacinação em massa.

Em março de 2021, as Filipinas aprovaram a vacina de dois componentes "Sputnik V" como parte de seu processo de registro rápido. A "Sputnik V" está atualmente aprovada em 69 países com uma população total de mais de 3,7 bilhões, ou metade da população mundial.

Devido à sua alta segurança e eficácia em vários países, a vacina "Sputnik Light" é usada atualmente não apenas de forma independente, mas também está sendo estudada em combinação com medicamentos de outros fabricantes.

A abordagem de reforço heterogênea (um "coquetel de vacina" usando adenovírus humano sorotipo 26 como primeiro componente e sorotipo 5 como segundo componente) foi usada na base da primeira vacina contra o coronavírus registrada no mundo, a "Sputnik V". Levando em consideração o sucesso dessa abordagem para garantir imunidade estável e de longo prazo contra a nova infecção por coronavírus, o RDIF foi o primeiro grupo no mundo a iniciar parcerias com outros fabricantes de vacinas e conduzir pesquisas conjuntas sobre a combinação do primeiro componente do "Sputnik V" com vacinas estrangeiras.

Estudos semelhantes estão sendo realizados atualmente no Azerbaijão, Argentina e Emirados Árabes Unidos. A aprovação regulamentar foi obtida para conduzir pesquisas na Rússia e Belarus.

Kirill Dmitriev, CEO do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF), afirmou:

"A aprovação do uso da vacina monocomponente 'Sputnik Light' pelo regulador nacional das Filipinas vai agregar ao portfólio de vacinas mais um medicamento russo contra o coronavírus, o que demonstra segurança e alta eficácia em diversos países do mundo. A 'Sputnik Light' já após a primeira injeção demonstra uma eficácia superior à de muitas vacinas de dois componentes e protegerá mais pessoas em pouco tempo."

Principais vantagens da vacina "Sputnik Light":

A "Sputnik Light" é o primeiro componente (sorotipo 26 de adenovírus humano recombinante (rAd26)) da vacina "Sputnik V", a primeira vacina registrada no mundo contra o coronavírus. A "Sputnik Light" é eficaz contra novas cepas de coronavírus com base nos resultados de estudos de laboratório do Centro Gamaleia. A "Sputnik Light" não requer condições especiais de armazenamento e logística. A vacina "Sputnik Light" foi criada na plataforma estudada e testada de vetores adenovirais humanos, cujas vantagens importantes são a segurança, eficácia e ausência de consequências negativas de longo prazo, confirmadas em mais de 250 estudos clínicos conduzidos no mundo ao longo de dois décadas (com uma história de uso de adenovírus humanos em vacinas começou em 1953).O Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) foi fundado em 2011 para investor no capital de empresas principalmente na Rússia, juntamente com os principais investidores financeiros e estratégicos estrangeiros. O fundo atua como um catalisador para o investimento direto na economia russa. No momento, o RDIF tem um histórico de sucesso na implementação conjunta de mais de 80 projetos com parceiros estrangeiros com um volume total de mais de 2,1 trilhões de rublos, ?cobrindo 95% das regiões da Federação Russa. As empresas do portfólio do RDIF empregam mais de 1 milhão de funcionários e suareceita anual é de 6% do PIB da Rússia. O RDIF estabeleceu parcerias estratégicas conjuntas com os principais co-investidores internacionais de 18 países, totalizando mais de US$ 40 bilhões. Pode encontrar mais informações no site: rdif.ru

Logo- https://mma.prnewswire.com/media/1140939/Russian_Direct_Investment_Fund_Logo.jpg

FONTE Russian Direct Investment Fund (RDIF)


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.