RELEASES EMPRESARIAIS

TERÇA-FEIRA, 5 DE MAIO DE 2020 - Horário 11:00
nbe
ECO/ PRNewswire - JANOME completa 100 anos com produção recorde e presença mundial

SÃO PAULO, 5 de maio de 2020 /PRNewswire/ -- A JANOME, uma das líderes globais no setor de máquinas de costura domésticas, começa a comemorar seu centenário nesse mês de maio. A data chega num momento que a empresa conta com uma produção de 1,8 milhão de máquinas de costura por ano, com três fábricas localizadas em: Tóquio, no Japão; na Tailândia e em Taiwan, essa última a maior da empresa.

A JANOME tem como principal diferencial competitivo a tecnologia tão típica das empresas japonesas que prosperaram a partir da década de 1950. Foi a primeira a levar ao mercado uma máquina de costura programável e de extrema precisão para ser usada em casa, e também a primeira a oferecer um leque de bordados e costuras especiais ainda na década de 1990.

A veia tecnológica tem origem antes da fundação da companhia. Em 1862, dois americanos - William Barker and Andrew J. Clark ? começaram a manufatura de uma máquina de costura mais compacta, com uma bobina no lugar da típica lançadeira vertical. Sucesso no Massachusetts, a tecnologia rodou o mundo até chegar em Yosaku Ose na década de 1920.

Interessado em popularizar a costura num momento em que o Japão passava por grandes mudanças, Ose funda, em 1920, a Pine Sewing Machine do Japão. As máquinas produzidas eram leves, fáceis de usar e não machucavam o costureiro pelo sistema de bobina rotativa, que permitia uma costura mais ágil e precisa. A bobina girava e tinha uma espécie de buraco dentro, semelhante a um olho de serpente. Foi o que inspirou Ose a renomear a empresa para JANOME, que em japonês, significa "o olho de serpente".

A mudança de nome foi também um marco no crescimento da empresa. Em 1936, o distrito de Koganei, em Tóquio, recebe a primeira fábrica de produção de máquinas em larga escala. A essa altura, a JANOME já era a maior fabricante no Japão e começava a traçar planos de expansão para os vizinhos China e Taiwan, até a implosão da Segunda Guerra Mundial.

Em crise e num mercado devastado, a JANOME se repensa. Qual rumo tomar? Como ser reconhecida no mercado? Uma das líderes da reconstrução da economia japonesa na década de 1950, a JANOME passa a adotar a tecnologia e a qualidade como lemas e pilares de sua produção. Em 1960, a JANOME adquire a empresa dos pioneiros William Barker and Andrew J. Clark. Quatro anos depois, a fábrica de Tóquio ganha um inovador laboratório de pesquisa. E em 1969, a primeira fábrica fora do Japão é inaugurada ? em Taiwan.

Começa aí a se desenhar a etapa moderna da empresa, pautada por uma inovação atrás da outra. No aniversário de 50 anos de fundação, a JANOME lança o Modelo 801, uma máquina de costura doméstica com funções automáticas para todos os tipos de costura. Mas foi em 1979 que a empresa se tornou globalmente conhecida. É lançada a Memory 7, a primeira máquina de costura programável do mundo. Ela permitiria programar a costura com extrema precisão e facilitou o trabalho do costureiro como nenhuma outra tecnologia no mundo.

A Memory 7 foi a chave para a JANOME se expandir ao globo. Em 1969 ela chega ao Reino Unido e na Austrália, e passa a ser exportada para toda a Europa e o Canadá em 1977. Já líder no mercado global de máquinas de costura domésticas, a empresa funda a segunda fábrica fora do Japão, em 1988, na Tailândia.

As inovações não param por aí. Em 1990, a JANOME foi a primeira a oferecer a máquina de bordados profissionais, em 1990 ? a Memory Craft 8000. 10 anos depois e novamente pioneira, a MC 10000 foi a primeira máquina de costura doméstica a ter conexão via USB. Um upgrade em 2005 incluiu um sistema especial de movimento, uma tela LCD, o que permitiu uma precisão ainda maior na regulagem da altura e do bordado. Foi o mesmo ano que a tecnologia do tecido duplo chegou às máquinas da empresa.

A JANOME comemorou 50 milhões de unidades produzidas em 2008, e em 2013 celebrou os 30 anos da revolucionária linha Memory Craft. Foi também o mesmo ano que a empresa funda uma unidade brasileira, encarregada de comercializar e ampliar o negócio no Brasil. Como produto importado, a JANOME já estava presente no Brasil desde 1993.

Uma das líderes globais no setor de máquinas de costura domésticas, a JANOME possui diversos modelos disponíveis, todos variados e com possibilidade de personalização. A Linha Memory ganhou um dock com múltiplas funções, e há máquinas para os mais variados usos e funções. É um centenário que mantém a tão típica saúde e vigor dos japoneses.

www.JANOME.com.br

FONTE Janome do Brasil


© 2014 Todos os direitos reservados a O Globo e Agência O Globo. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.